Resistência à Insulina

A resistência à insulina (IR) hoje se faz presente na vida da maioria das pessoas, com os meus pacientes isso não é diferente, ela faz parte da síndrome metabólica e está presentes hoje até mesmo na vida de pessoas que estão dentro do peso ideal.

A IR é uma situação onde há um desequilíbrio entre a quantidade de insulina produzida pelo pâncreas e o funcionamento dela. A insulina não consegue mais exercer seu papel porque a célula perde a sensibilidade a ela.

Precisamos de insulina, mas na medida certa! Ela é um hormônio estimulado pelo consumo de carboidratos, por isso falo tanto na GARGA GLICÊMICA da dieta, é preciso usarmos alimentos que possuem menor velocidade de absorção, para assim não haver uma produção exacerbada do hormônio, e daí começarem os desajustes em sua funcionalidade.


Quando falamos dentro da nutrição funcional, esse mecanismo faz parte da COMUNICAÇÃO (hormônios, neurotransmissores e sistema imune).


É um dos grandes causadores do sobrepeso, obesidade, câncer, alteração dos colesteróis, arteriosclerose, doenças cardíacas, hipertensão, crescimento da próstata, demência, Alzheimer (diabetes tipo 3), Síndrome do Ovário Policístico (SOP), dentre outros.


QUAIS OS PRINCIPAIS CAUSADORES DA IR?


• BAIXA ATIVIDADE FÍSICA

• ESTAR BEM ALIMENTADO O TEMPO TODO (NÃO SENTIR FOME).

• SONO INADEQUADO.

• JANTAR MUITO TARDE.

• MUITA GORDURA TRANS.

• POUCA INGESTÃO DE OMEGA 3 E ALTA DE OMEGA 6.

• BAIXO CONSUMO DE MINERAIS (sementes, frutas, vegetais, integrais e castanhas)

• MUITO RADICAL LIVRE

• E CLARO, ALTA INGESTÃO DE CARBOIDRATOS REFINADOS COM BAIXO CONSUMO DE FIBRAS, FRUTAS E VERDURAS.


Você já sabe como está sua sensibilidade insulínica?!


Fique atento!!!

image00025.png